21 a 24
JAN | 2022
Teatro Amazonas

O Festival

É com alegria, apesar de tudo por que Manaus passou em 2021, que chegamos a quarta edição do Olhar do Norte. Um festival que ousa seguir olhando pra frente, acreditando que na região norte há artistas de qualidade e público interessado no cinema que aqui é produzido.

O festival acontece de 21 a 24 de janeiro no Teatro Amazonas.

Neste ano batemos nosso recorde de participantes. 365 filmes de todos os estados do Brasil (a única exceção é o Sergipe) foram inscritos. Destes, 119 são da região norte e 61 do Amazonas. A quarta edição do Olhar do Norte exibirá 24 filmes do Amazonas.

Novamente voltando a falar dos “apesar dos pesares”, chama a atenção que num ano de pandemia, e ainda com as atividades da Ancine paradas, teremos nesta edição do festival o recorde de filmes exibidos. Para sorte de todo mundo, ainda há loucos, como nós, que estão na roubada de viver através do cinema e produzem seus filmes apesar do contexto atual.

A quarta edição também é a nossa primeira no Teatro Amazonas, local que sem dúvida é uma referência para os artistas da cidade, que também no audiovisual foi palco de eventos fundamentais para que hoje tenhamos um grande número de filmes produzidos na nossa região.

Em 2022 a Artrupe completa 10 anos, e temos no Olhar do Norte nossa principal iniciativa. Vemos nele uma oportunidade para contribuir para o amadurecimento de uma cena audiovisual que circula pelos principais festivais brasileiros, e já alcança reconhecimento internacional há alguns anos.

Esperamos todos vocês no Teatro Amazonas, de 21 a 24 de janeiro, para a melhor edição do Olhar do Norte. Fazer parte disso é fazer parte de uma história que certamente tem muita novidade no futuro, só que dessa vez com as pessoas daqui sendo as protagonistas dessas histórias.

Selecionados - Mostra Norte

À Beira do Gatilho (AM);
Dir. Lucas Martins – 12

Ãgawaraitá: Nancy (PA);
Dir. Priscila Tapajowara 16

Atordoado, Eu Permaneço Atento (AM);
Dir. Henrique Amud & Lucas H. Rossi dos Santos – 15

Benzedeira (PA);
Dir. Pedro Olaia e San Marcelo – 15

Cercanias/ Gatos (AM);
Dir. Sérgio Andrade – 15

Graves e Agudos em Construção (AM);
Dir. Walter Fernandes Jr. – 14

Jamary (AM);
Dir. Begê Muniz – 15

Mestres da Tradição na Terra do Guaraná (AM);
Dir. Ramom Morato –13

Meu coração é um pouco mais vazio na cheia (TO);
Dir. Sabrina Trentin – 10

Meus Santos Saúdam Teus Santos (PA);
Dir. Rodrigo Antônio – 13

Nazaré: do Verde ao Barro (RO);
Dir. Juraci Junior – 8

Nome Sujo (RR);
Dir. Artur Roraimana – 13

O Colar (AM);
Dir. Romulo Sousa – 20

Rabiola (RR);
Dir. Thiago Briglia – 14

Reflexos da Cheia (AM);
Dir. Jimmy Christian – 9

Stone Heart (AM);
Dir. Humberto Rodrigues – 8

Utopia (AP);
Dir. Rayane Penha – 15

Selecionados - Olhar Panorâmico

Neste ano inauguramos uma mostra nova, a Olhar Panorâmico. Tratam-se de filmes que a curadoria acredita que valem a pena ser descobertos, que apontam caminhos que entendemos como legítimos e/ou inovadores dentro do cenário local. Esta mostra acontecerá online no site festivalolhardonorte.com

A Benzedeira(AM);
Dir. Wallace Abreu – 14

A Vingança do Boto (AM);
Dir. Orange Cavalcante da Silva e Geliel Carvalho Soares – 14

Castanhal (AM);
Dir. Marques Casara e Rodrigo Simões Chagas – 25

Centelha (AC);
Dir. Renato Vallone – 26

Cine Carmem Miranda (AM);
Dir. Michel Guerrero – 16

Eu vejo sua manhã nadar novamente (PA);
Dir. Matheus Clima – 4

Idolatria (PA);
Dir. Gabriel Tantacoisa – 7

O Pulo do Gato (AM);
Dir. Jimmy Christian – 4

Pajelança Cabocla (AM);
Dir. André Cunha – 15

Rotina Cabocla (AM);
Dir. Marcelo Ramos – 15

sanc_pc1317_03_01_a_1 (AM);
Dir. Henrique Amud – 5

Selecionados - Filmes Convidados

521 Anos/ Siia Ara (AM);
Dir. Adanilo – 5

A Bela é Poc (AM);
Dir. Eric Lima – 21

A Hespanhola (AM);
Dir. Francis Madson – 12

De Costas pro Rio (AM);
Dir. Felipe Aufiero – 15

Enterrado no Quintal(AM);
Dir. Diego Bauer – 15

O Buraco (AM);
Dir. Zeudi Souza – 16

Terra Nova (AM);
Dir. Diego Bauer – 22

Selecionados - Mostra outros Nortes

4 BILHÕES DE INFINITOS (MG) – 14’
Dir. Marco Antônio Pereira

ADÃO, EVA E O FRUTO PROIBIDO (PB) – 20’
Dir. R.B. Lima

CÉU DE AGOSTO (SP) – 16’
Dir. Jasmin Tenucci

CHÃO DE FÁBRICA (SP) – 24’
Dir. Nina Kopko

COMO RESPIRAR FORA DA ÁGUA (SP) – 16’
Dir. Júlia Fávero e Victoria Negreiros

PRATA (RJ) – 21’
Dir. Lucas de Melo

REPÚBLICA (SP) – 15’
Dir. Grace Passô

SIDERAL (RN) – 15’
Dir. Carlos Segundo

TROVÃO SEM CHUVA (MT) – 19’
Dir. Bruno Bini